23 janeiro 2014

Pincel com fibra Sintética X Natural: Qual é a diferença?

Vamos falar a verdade aqui: ninguém que começa a maquiar entende muito bem de pincéis. A gente compra por que os outros dizem que é bom! Usa eles em certas funções por que leu/viu em algum lugar que é para isso que eles servem. E até se sente meio culpado quando usa o pincel de corretivo para aplicar sombra.
Mas a verdade é que os pincéis são apenas ferramentas. Quem decide onde elas vão ser usadas é o artista, no caso você.
Quanto mais macio o pincel menos cor ele aplica e mais ele esfuma. Quando mais firme o pincel, mais cor ele aplica e menos ele esfuma.
Por isso que os pincéis de esfumar são sempre macios, bem maleáveis, por que você pode esfrega-los de um lado para o outro. Como eles são macios eles pegam menos produto, e acabam aplicando esse produto em uma área maior, distribuindo pequenas quantidades onde o pincel toca.
Já os pinceis mais firmes e durinhos acabam pegando mais produto da fonte e aplicando mais produto no rosto. Como eles sempre pegam mais produto, a cor tende a ficar mais forte e intensa. 

Cerdas naturais geralmente são mais macias e maleáveis, enquanto as sintéticas são firmes e durinhas.
Acho que essa é a primeira e maior diferença entre os dois tipos de cerdas. É também a que eu mais levo em conta na hora de decidir qual cerda eu quero para aquela função. É bom você sempre se perguntar: Que efeito eu quero que esse pincel dê? E daí parar e pensar no que você quer e pensar no tipo e no tamanho de pincel que você vai usar. Isso varia muito de pessoa para pessoa, pois nossos rostos são muito diferentes. Um pincel que funciona muito bem em mim, pode não funcionar para você.
Esses dois pincéis redondos que aparentemente são de esfumar. O branco é o E25 da Sigma e o marrom é do kit de pincéis sintéticos da BB. O branco esfuma mais o look enquanto o marrom aplica mais sombra.
Sintéticos geralmente secam na forma original enquanto naturais secam mais arreganhados.
Isso é verdade sim, mas também depende muito da qualidade dos pincéis. Os pincéis MAC de fibra natural secam na forma em que foram feitos, nunca perdem esse formato. Já os naturais da sigma secam mais arreganhadinhos. A solução da sigma para isso foi o dry’nshape, que ajuda muito! Lavar com shampoo em vez de usar sabonete/detergente/qualquer outra coisa também ajuda no controle dos fios. Já os pincéis desses kits genéricos secam completamente fora da forma. Super arreganhados.
Já os pincéis sintéticos, você pode lavar até com sabão de coco que sempre secam no formato em que vieram.
(F30 da Sigma e Pincel de Pó da Natura)
Sintéticos absorvem menos produtos líquidos enquanto naturais absorvem mais.
Esse é um dos motivos que faz os pincéis de base serem geralmente de fibras sintéticas. Todos os pincéis de base língua de gato que eu vi até hoje são sintéticos.
Vocês podem notar que o Duo Fibre tem 2 tipos de fibras. As fibras brancas são sintéticas, elas fazem o pincel ficar firme e como são elas que entram mais em contato com a base, acabam absorvendo menos produto. As fibras pretas, são naturais. Elas são menores e entram pouco em contato com a pele. Essas fibras acabam massageando a base e suavizando a cobertura e as linhas, deixando o aspecto mais natural.

E o F80 da Sigma? Também tem duas fibras?
Sendo sincera, até parece mesmo que ele tem duas fibras como o Duo Fibre. Mas na verdade ele tem uma fibra só, sintética e a ponta dessas cerdas é tingida de branco. Não sei exatamente por que, deve ser para você conseguir enxergar se as cerdas estão sujas ou não. Esse pincel na verdade é um kabuki com o topo reto, e os kabukis geralmente são sintéticos.
Cerdas sintéticas geralmente são mais lisas do que as naturais.
Cerdas naturais não são cabelo gente, a maioria é pelo de bicho. Podem ser de vários tipos de animais e eu não sei informar quais são os mais comuns. Geralmente tem na descrição do pincel. Enfim, se as cerdas não são de qualidade muito boa, elas costumam ser meio crespas, e vão piorando conforme você vai usando e lavando.
Imagine que você tem cabelo crespo, foi no salão e fez um tratamento. Conforme você lava, o tratamento sai e seu cabelo vai ficando menos liso e mais crespo. Mesma coisa com os pincéis naturais.
Os da mac, costumam ser bem lisinhos e continuar lisinhos ao longo da vida deles.
(pincel de blush do kit sintético da BB e pincel BB 168)
Já os sintéticos são feitos lisinhos, então sempre ficam lisinhos.
Os pincéis sintéticos são coloridos e os naturais não?
Não é uma regra. Pincéis naturais também podem ser coloridos, mas é mais fácil achar fibras sintéticas coloridas do que fibras naturais coloridas.

(Pincel do kit roxo e E55 da Sigma)
Qual cerda seca mais rápido?
Em teoria, a natural seca mais rápido e a sintética demora mais. Mas isso é muito relativo e depende também da densidade(quantidade de cerdas) do pincel. Um pincel de pó seca mais rápido que um kabuki.
Cerdas naturais dão mais naturalidade ao look, enquanto cerdas sintéticas são mais precisas.
Acho essa conclusão muito válida, afinal sempre que procuramos precisão, queremos um pincel menor e mais durinho, para tudo ficar mais certinho. Quando queremos naturalidade partimos logo pra querer esfumar tudo e aplicar cores mais claras, logo procuramos pincéis mais gordinhos e macios.
 você prefere os de fibras naturais ou sintéticas?
Eu gosto das duas. Acho importante você colocar na mesa as suas necessidades pessoais e o tipo de maquiagem que você mais gosta e usa. Eu sinceramente tenho, compro e amo tanto cerdas sintéticas quanto cerdas naturais. Quando vou maquiar uso os dois tipos. O que diferencia o tipo de pincel que eu uso é o efeito que eu quero.
Vocês podem notar que a sigma e a mac comercializam tanto pincéis de fibra sintética quanto pincéis de fibra natural. Por que o ideal é ter pinceis variados, cada cerda para um tipo de função. O ruim de você investir em kits genéricos que a gente encontra em lojas de make, é que ou são todos sintéticos ou todos naturais. E você acaba tendo só pincéis sintéticos ou só naturais, quando na verdade, o ideal é ter pincéis mistos, alguns naturais e outros sintéticos.

Beijos!

17 janeiro 2014

Nails fofura

Olá pessoal, to toda inspirada na vaca pra esse fim de semana haha, quem fez foi minha mais nova amiga querida, Nady.
Espero que gostem!


Uma ótima inspiração né meninas?
Beiojos!!

16 janeiro 2014

Trend: Blusa Gipsy

Olá pessoal, hoje vou falar dessa trend que está que está cada vez mais comum entre as fashionistas mundo afora. A blusa gipsy (cigana ou ciganhinha). Também conhecida como blusa ombro a ombro.
O detalhe que a caracteriza, que são os ombros amostra. Mas certos cuidados devem ser tomados: a blusa gipsy é ideal para mulheres de seios pequenos e médios, os seios grandes não se adequam à ela; atenção à largura, para não mostrar demais; entre outros. Depois de tomar os cuidados devidos, é só escolher uma cor ou estampa que goste e aderir à tendência. Além de tudo, é uma ótima pedida para formar looks despojados e casual chique. Confira as fotos e inspire-se!
É isso amores, do mais é se jogar nessa trend que vai bombar nesse verão!
eu já na espera da minha rs

Beijos!!!

13 janeiro 2014

Body e animal print

Olá amores, vocês devem ter visto essa trend arrasar na novela "amor a vida" e agora virou febre nas passarelas das ruas. Estou in love, quero todos que vejo haha depois mostro outros modelitos. Nas fotos abaixo gostei muito da combinação de baody com shorts saia cintura alta.









Para um charme a mais no look completei com esse cinto super delicado.
Espero que tenham gostado!

Beijos!

07 janeiro 2014

Atividades ao ar livre


Fazer exercício enquanto se diverte é uma ótima maneira de entrar em forma. Quando a prática é ao ar livre, você adiciona o contato com a natureza.
Que tal tentar agora?
Pensar em academia, aparelhos de musculação e esteira nem sempre é algo que desperta a nossa vontade de fazer exercícios. Mas quem consegue dizer não a um convite para praia, um passeio no parque ou até mesmo uma caminhada pela vizinhança? Estar ao ar livre pode ser a saída ideal para você entrar em forma e mudar de vida.
Uma boa dica é encontrar um exercício que se faça com prazer. Ir correr ou visitar uma academia com raiva deve fazer mal. 
Se você não nasceu com esse amor pelo exercício físico, insista! Quando começa a fazer parte da sua vida, de verdade, é impossível largar.

O que praticar:                                                                                                                                  

Patinação

Patins são uma boa forma de
fazer exercício brincando.
Com 30 minutos sobre rodinhas,
você pode queimar
até 425 calorias.
e estando em contato
com a natureza
essa brincadeira se torna
ainda mais agradável.





Alongamento                                                                               
Mais como um relaxamento do que como atividade física, o alongamento é o tempo de curtir a natureza e ordenar a musculatura. Pode ser feito no seu dia de folga dos treinos.

Natação                                                                                                                                                 
Exercícios que usam água são eficazes e uma delícia de fazer. A natação queima até 500 calorias em uma hora de treino e fortalece a musculatura do corpo inteiro.


                                      Passeio de bicicleta
Seja por diversão ou como esporte, focando em competições, o ciclismo é uma forma de perder calorias .
Varie a intensidade do treino de acordo com o terreno: locais planos e ladeiras 
para subir e descer deixam a atividade dinâmica e colaboram para o 
gasto de 180 a 
300 calorias por
uma hora de exercício.



Ginástica funcional                                                                                                                         
Saltar, levantar, puxar, empurrar, agachar, tudo com o peso do próprio corpo.
A ginástica funcional é ótima para ambientes externos. A combinação de exercício aeróbico e localizado resulta em uma perda de até 800 calorias por hora.

Corda bamba (Slackline)                                                                                                              
Equilíbrio, força e concentração são trabalhados no slackline enquanto você tenta andar, pular e girar em uma corda bamba, que, na verdade, é uma fita de nylon grosso e resistente. Trabalha perna, bumbum, barriga e ombros, com gasto de 500 calorias por 1 hora e meia de aula.

Caminhada                                                                          
A caminhada leve é um bom começo para sair do sedentarismo. 40 minutos diários passam rapidinho
Da leve, apresse o passo para a moderada, até chegar a forte, quando fica difícil de conversar sem perder o fôlego. Combinando os três esforços em cada treino, você gasta cerca de 300 calorias.

Corrida                                                                                   
A receita é a mesma da caminhada. Intercale velocidades diferentes: 10 minutos de aquecimento com corrida leve, duas séries de 7 minutos de corrida moderada, com intervalo de 2 minutos de caminhada,
e mais 10 minutos de corrida leve.
Insira séries de 2 minutos de corrida intensa quando
se sentir segura e corra atrás do prejuízo!
Gata 500 calorias e 900 em uma hora. 


Essas dicas valiosas, encontrei na revista "viva sempre bem"  adorei as dicas, minhas corridas e caminhadas terão um melhor desempenho.
Beijos

06 janeiro 2014

6 Dicas preciosas para seu esmalte durar mais


Quem nunca se decepcionou por fazer a unha em um dia e no outro o esmalte já está todo lascado? 
Antes do esmalte                                                                                                                             
Para que a cobertura do esmalte fique uniforme, é importante lixar as unhas nas pontas com lixas convencionais e sobre elas com lixas mais macias e suaves.Assim você elimina possíveis imperfeições. Utilizar hidratantes, pois mantém a saúde das unhas evitando que elas descamem ou lasquem e conservando o esmalte por mais tempo. Mas é importante lavar para tirar o excesso de creme e secar bem as unhas antes de começar a aplicar o esmalte.


Base                                                                                                   

Utilizar a base antes da aplicação do esmalte é fundamental para a proteção das unhas. Aplicar o esmalte diretamente sobre as unhas pode deixá-las amareladas pela absorção dos corantes e enfraquecidas pelos componentes químicos presentes nos esmaltes.


                                                                    A escolha certa

     Na hora de escolher qual esmalte vai passar, não basta olhar a cor. É necessário prestar atenção na data de validade, pois se estiver vencido pode ser prejudicial à saúde e na consistência, pois quando ele fica muito tempo parado pode ficar mais grosso e, dessa forma, sair com mais facilidade das unhas.

O esmalte engrossa pelo contato com o ar. Até existem algumas soluções para deixá-lo mais fino novamente, mas elas alteram as características do produto. O ideal é comprar um novo.
As camadas de esmalte devem ser bem finas para que não descasquem.


Fora bolinhas                                                                               

As bolinhas nos esmaltes são resultado de mãos quentes. Ao perceber o calor excessivo na palma da mão, a sugestão é que segure umas pedrinhas ou placas de gelo até o final da esmaltação.  Elas também podem aparecer se o esmalte estiver velho e grosso, nesse caso o ideal é optar por outro esmalte.


                                                                                    Finalização

Para garantir maior durabilidade é interessante utilizar um extra-brilho sobre o esmalte. Ele ajuda a fixar o produto e realça a cor. Além disso, ele pode ser repassado após três dias para recuperar o brilho e segurar o esmalte por mais tempo. Levar um desses na bolsa é uma boa opção para arrumar pontinhas que lascam, uma pequena pincelada pode segurar o esmalte nas unhas por mais, pelo menos , 2 dias. 
Após a aplicação do esmalte pode-se pingar uma gotinha de óleo secante, que ajuda a hidratar as cutículas e evitar que poeiras ou fiapos estraguem o esmalte enquanto ainda estiver úmido.


Dia a dia                                                                                          

Repita as aplicações do extra-brilho ou top-coat durante a semana para que o esmalte dure mais tempo e fique protegido. Use luvas: nada pior do que lavar as louças ou fazer faxina com as unhas recém-feitas.
Portanto, use luvas para evitar lascas. É bom evitar o toque direto das pontas das unhas com outras superfícies e não mexer muito com água abundante, principalmente quente.
Tente ficar pelo menos um dia sem esmalte antes de pintar novamente . Dá uma arejada, e unha forte descasca menos faz com que o esmalte dure mais.

Espero que gostem! Um 2014 feliz e abençoado a todos!

Beijos!